Crise de liquidez

Já escrevi no DE sobre a crise financeira da perspectiva da macroeconomia. Vou agora tentar explicar o que se passa da perspectiva financeira. Infelizmente, em finança é difícil evitar o jargão abundante, mas peço a paciência do leitor enquanto tento o meu melhor.

Comecemos por definir “crise de liquidez”. A tarefa clássica dos bancos é atrair depósitos e fazer empréstimos, que diferem numa característica fundamental, a duração (ou maturidade). Num depósito à ordem, eu empresto ao banco a curto prazo, podendo levantar o dinheiro a qualquer momento, mas quando o banco me empresta dinheiro para eu comprar casa, só vai receber a 30 anos. Ricardo Reis DN

About João Monge Ferreira

Desejo que cada uma das pessoas empreendedoras que estão dentro de empregos desalinhados com os seus talentos, conquistem a liberdade para abrirem seus próprios negócios.

Posted on 2007/09/12, in A Vida e a Guerra, A Voz do Guerreiro. Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: