O refúgio dos Senhores da Guerra

Mais de 80% das cotadas portuguesas viu os gestores nacionais reduzir posições. Mas vender nem sempre foi a palavra de ordem. (JN)

About João Monge Ferreira

Desejo que cada uma das pessoas empreendedoras que estão dentro de empregos desalinhados com os seus talentos, conquistem a liberdade para abrirem seus próprios negócios.

Posted on 2007/10/11, in A Vida e a Guerra, A Voz do Guerreiro, Acções, Acções Nacionais, Economia, Ecos da Guerra, Mapas de Guerra, Mercados Financeiros, Os Senhores da Guerra and tagged , . Bookmark the permalink. Deixe um comentário.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: