Arquivos de sites

Queda nas bolsas pode durar mais um ano

O “bear market” das acções europeias pode durar mais seis a 12 meses e um cenário “super-pessimista”, em linha com um período prolongado de estagflação, não pode ser colocado de parte, defendem os estrategas da Morgan Stanley.(JN)

Anúncios

“Mercados deverão continuar a desvalorizar mais um mês”

O gestor de fundos do Barclays, Tim Bond, estima, em entrevista ao Jornal de Negócios, que as bolsas mundiais vão descontar até 25% as revisões em baixa de resultados.

Por que está o mercado a desvalorizar de forma tão acentuada? Acha que há demasiado pânico entre os investidores?

O mercado accionista, nos últimos seis, sete meses, tem estado a descontar os resultados das empresas. É uma reacção bastante racional, que está em linha com as expectativas dos resultados. Até ao momento, os mercados já descontaram uma queda de 20% nos lucros das empresas. Esta desvalorização era algo de que já estávamos à espera. Agora, temos que ver a extensão dos prejuízos no sistema financeiro.

Na sua nota de “research” diz que os bancos ainda precisam de aumentar os seus rácios de liquidez. Considera que vamos continuar a assistir a resultados decepcionantes por parte dos bancos?

Acredito que muitos bancos já estavam à espera destes resultados e muitos deles já estão a tomar medidas. Mas outros ainda não estão a agir. Ainda não temos ideia clara da dimensão das perdas no sistema financeiro.

Durante quanto tempo vai continuar este efeito “bear market” e o sentimento de incerteza?

O risco do momento é que está a começar um período de abrandamento económico, mas o risco é o mesmo que havia em 1991. Provavelmente, teremos mais um mês de quedas, com os próximos quatro a cinco meses sem tendência definida. Para as principais praças europeias e para as norte-americanas, que já descontaram 20%, não acredito que haja perdas superiores a 10%, a partir de agora. Pode dizer–se que o pior já passou. Acho que as bolsas vão descontar até 25%.

A intervenção dos bancos centrais é suficiente para travar a queda dos mercados?

O corte de juros da Reserva Federal (Fed) já abrandou um pouco o pânico, mas não pode impedir o efeito “bear market”. As autoridades monetárias não podem impedir o abrandamento económico. Podem abrandar o pânico, mas não podem parar o “bear market”.

O BCE também vai ter que cortar o preço do dinheiro, tal como aconteceu com a Fed?

Sim, o BCE vai cortar os juros em breve. Nós prevemos uma redução de 50 pontos-base nos próximos meses.

Este é um bom momento para entrar no mercado? Em que sectores aconselha que se aposte?

Depende do tipo de investidor que é. Agora, pode investir um pouco de dinheiro, mas não demasiado. Os investidores não se devem apressar, ainda é cedo. A longo prazo, os investidores podem apostar nos sectores da indústria e da energia. São sectores que vão ser muito interessantes. Os bancos também vão ser interessantes, mas não para já. Eles já caíram 20% e vão cair mais 20%. Estimo que os bancos descontem 40%.

Tim Bond

Gestor do Barclays  (JN)

%d bloggers like this: